O DIRETÓRIO INDUSTRIAL
Contacte diretamente com as empresas

ZETES CASE STUDY | RAR controla a rastreabilidade dos produtos

  • 08/02/2010, Lisboa

  • A RAR Açúcar foi constituída em 1962, em resultado da concentração de 9 pequenas unidades de Refinação de açúcar existentes no Norte do País.
  • Empresa: Burótica, Lda.

 

Peça informação e/ou orçamento

 

Não foi possível enviar a informação devido a um erroNão foi possível enviar parte da informação.
Por favor, tente de novo
Por favor, tente de novo

Durante os anos 70 e 80, a RAR empreendeu, não obstante as vicissitudes atravessadas pelo País nessa época, uma expansão da sua actividade e a diversificação para outras áreas, com a criação de numerosas empresas, que formam hoje o GRUPO RAR.

Detendo hoje uma capacidade produtiva superior a 130.000 t/ano, a RAR Açúcar enfrenta o século XXI com a determinação de ser uma referência no mercado ibérico, com produtos e serviços inovadores e com uma aposta clara na qualidade. Nos últimos anos, assistiu-se a uma adequação progressiva da empresa às novas realidades do mercado, modernizando os seus processos de fabrico, de gestão e implementando modernas tecnologias. Estrategicamente, a RAR Açúcar decidiu aumentar a sua capacidade e melhorar a eficiência dos seus processos logísticos. Estas orientações implicaram um aumento considerável na capacidade no armazenamento, no fluxo logístico e no tratamento de informação relacionada, que era feito de forma manual.

Devido às necessidades de implementação do novo modelo de processos de supply chain, foi considerado crítico a colocação em funcionamento dos seguintes dois processos:

I.Sistema de rastreabilidade

  • Implementação de um sistema de rastreabilidade de produtos baseado na identificação unívoca de cada palete (SSCC) de produto acabado, através da colocação de uma etiqueta contendo toda a informação relevante a especificar. Os códigos de barras permitirão a automatização dos registos posteriores ao nível do armazém de produto acabado e expedição.
  • Implementação de soluções com o grau de automatismo adequado a cada um dos conjuntos paletizadora/envolvedora existentes na área de embalagem/ensaque.

II. Sistema de mobilidade para operações de armazém e expedição - Sistema baseado em terminais móveis (RF/Wireless) que serão instalados nos empilhadores ou transportados pelos operadores do armazém de produto acabado/expedição para permitir efectuar todas as operações/registos de armazém e logística de expedição, nomeadamente: entradas de stock de produto acabado, transferências e correcções de stock de produto acabado, picking/packing de produto acabado para encomendas de cliente e carga de encomendas de cliente.

Para o fornecimento da solução, a RAR optou trabalhar com a Zetes Burótica, por tratar-se de um especialista pan-europeu em identificação automática de bens e pessoas, com uma vasta experiência e já com provas dadas no mercado.

"Escolhemos trabalhar com a Zetes Burótica devido à capacidade de apresentarem a solução global de rastreabilidade e mobilidade integrada com SAP, bem como por terem demonstrado conhecimento e experiência em caso similares", justificou o Engº Bruno Cima, Coordenador de Logística da RAR Açúcar.

"A solução de rastreabilidade é composta pelo sistema de P&A (Print&Apply) e software CBP integrado com o sistema SAP R/3. A solução de Mobilidade consiste na inclusão do software OCS com o SAP R/3, terminais RF e infraestrutura wireless", explicou o Engº Bruno Cima.

O esquema da solução funciona da seguinte forma:

I. Sistema de rastreabilidade

  • Implementação de dois postos automáticos de identificação de paletes

a. Leitura automática do produto via leitores industriais fixos de código de barras

b. Geração do SSCC e sua interligação com o sistema SAP R/3 via o software CBP da Zetes

c. Impressão e aplicação de etiqueta de palete em duas faces

  • Implementação de cinco postos de impressão manual

a. Tem a mesma funcionalidade que os postos automáticos, só que a identificação da palete é feita via leitor de código de barras ligado a um PC e a geração da etiqueta é feita numa impressora tradicional de código de barras

II. Sistema de mobilidade

  • Infraestrutura wireless
  • Terminais de RF com capacidade de leitura da etiqueta de palete por parte do operador, quer quando está no empilhador ou fora.
  • Implementação dos vários processos via o software OCS, que interage com os operadores via os terminais RF e que está interligado com o sistema SAP R/3. Exemplos de processo implementados:

a. Entrada de produção

b. Expedição

c. Abastecimento linha

d. Inventário

e. Movimentos palete

f. Criação de paletes

g. Recepção de compra

O tempo de implementação deste projecto foi de cerca de 4 meses.

Os benefícios resultam fundamentalmente da melhoria dos processos de registo, conferência e monitorização das operações de armazenagem de produto acabado e logística de expedição, traduzindo-se na eliminação ou redução de tarefas de baixo valor acrescentado e na automatização de algumas operações:

  • Eliminação das actividades diárias de conferência

de armazém e cargas;

  • Eliminação dos registos diários de produção;
  • Eliminação dos registos de expedição associados aos lotes e quantidades;
  • Validação automática das cargas e dos produtos atribuídos a cada expedição;
  • Registos automáticos e mais eficientes de entrada em armazém, transferências, paletes multi-produto, picking e carga;
  • Distribuição do trabalho de expedição pelos diversos operadores;
  • Gestão de localizações com sistema FIFO.

"Os benefícios foram imediatamente sentidos na RAR Açúcar, dando resposta aos requisitos de mercado e dos clientes. Relativamente à rastreabilidade dos produtos na cadeia abastecimento os objectivos foram facilmente atingidos. O mesmo se aplica ao nível de eficiência dos processos", concluiu o Engº Bruno Cima.

Telefone
Clique aqui para ver telefone
Página web
Visite o site da empresa
E-mail
Enviar E-mail
Morada Edifício Empresarial
Alameda António Sérgio, 7, R/C, Sala F
2795-023  Linda-a-Velha
Lisboa - PORTUGAL
(Clique aqui para ver o mapa)