Este site utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência e os serviços. Se você continuar navegando, significa que aceita o seu uso. Para mais informações, aceda a nossa Política de Cookies

  • A equipa portuguesa realizou uma prova brilhante na StaplerCup, organizada pela Linde Material Handling na cidade alemã de Aschaffenburg.
  • André Miguel Carreira, da Empresa CPF - Centro de Produção e Comercialização Hortofrutícola ficou em oitavo lugar na prova single. 
Os três melhores condutores de 17 países de todo o mundo - Áustria, Bélgica, China, República Checa, Alemanha, Estónia, França, Inglaterra, Hungria, Letónia, Holanda, Polónia, Portugal, Rússia, Eslováquia, Espanha e Estados Unidos - reuniram-se no passado dia 19 de Setembro na cidade alemã de Aschaffenburg para participar no concurso internacional de condutores de empilhadores 2014, conhecido internacionalmente como Staplercup e organizado pela Linde Material Handling Handling.

Durante o evento, que decorreu na praça central da cidade com uma plateia de mais de 17.000 pessoas, foram realizadas provas de elevado nível de complexidade e criatividade, realizadas no menor tempo possível, onde a precisão e a habilidade do condutor, foram a chave para conseguir subir ao pódio.

No final, a astúcia e a serenidade da equipa alemã, invencível nos últimos dois anos e apenas derrotada pela Espanha no ano de 2012, conseguiu mais uma vez o primeiro lugar, seguida da equipa da China e na terceira posição pela equipa Húngara. A equipa portuguesa, formada por André Miguel Carreira, da empresa CPF - Centro de Produção e Comercialização hortofrutícola; João Miguel Tomatas da empresa Novadelta e Manuel Rodrigues da PSA - Peugeot Citröen, ficaram em décimo lugar.

Portugal na primeira edição de provas single

Pela primeira vez na história desta competição, o sábado, dia 20 de setembro foi dedicado ao campeonato internacional de provas individuais de condutores, onde um dos membros da equipa portuguesa se classificou entre os 10 melhores do mundo. André Carreira conseguiu qualificar-se para o campeonato internacional single, destacando-se entre os 51 participantes do dia anterior, ao superar a maioria das provas com os melhores tempos. Na prova individual teve que enfrentar uma série de novos desafios onde cada décima de segundo contava. André conseguiu alcançar a oitava posição e arrancou aplausos entusiasmados ao público presente.

A prova final deste campeonato, que pretendia apurar o melhor condutor de empilhadores do mundo, foi imprópria para cardíacos. Nela participaram o espanhol Antonio Martínez, o alemão Stefan Theissen e o belga Jimmy Vleminx. O desafio decisivo consistia em empilhar uma série de caixas que se encontravam espalhadas de forma desordenada pela pista, desde o 1 até ao 9, sendo que a nona caixa tinha uns espetos que deveriam rebentar um enorme balão suspenso a 10m de altura. Na última manobra da prova, perante uma audiência estupefacta e silenciosa, a torre de caixas do concorrente espanhol - que estava claramente adiantado face aos colegas - começou a balançar, e apesar de todos os esforços de Antonio Martinez para a estabilizar, acabou por desmoronar e cair. O empenho e profissionalismo do concorrente foi reconhecido pelo público que o aplaudiu com uma ovação quando subiu ao terceiro lugar do pódio. O segundo lugar foi para o concorrente belga e o primeiro para o alemão Stefan heissen.

A Staplercup, que é organizada todos os anos na Alemanha, este ano na sua décima edição, converte a cidade de Aschaffenburg na capital mundial dos empilhadores e tem como objetivo destacar a importância de conduzir em segurança, mas sobretudo, ressaltar a figura e o papel importante do condutor profissional de empilhadores no setor logístico de cada país. Nesta competição não só demonstram uma grande experiência e habilidade, como também colocam todo o seu esforço e alma para competir desportivamente e mostrar a todos o magnifico trabalho que realizam no seu dia a dia.