O DIRETÓRIO INDUSTRIAL
Contacte diretamente com as empresas

Solução de RFID da Zetes ajuda a gerir mais de 150.000 visitantes no Grande Prémio de F1 da Bélgica

  • 24/08/2011, Bruxelas (Bélgica)

  • 20 zonas controladas através de 80 pontos de acesso. O controlo de acesso automatizado optimiza a eficiência e detecta bilhetes falsos.
  • Empresa: Burótica, Lda.

 

Peça informação e/ou orçamento

 

Não foi possível enviar a informação devido a um erroNão foi possível enviar parte da informação.
Por favor, tente de novo
Por favor, tente de novo

O Grande Prémio de Fórmula 1 da Bélgica terá lugar em Francorchamps, entre 26 e 28 de Agosto. A organizadora Spa-Grand Prix planeia vender, pelo menos, 150 000 entradas. Para gerir o acesso dos visitantes ao circuito, a organização está a utilizar um sistema baseado na tecnologia de RFID fornecido pela empresa belga RFIDea, que faz agora parte do Grupo ZETES. Para além de detectar e rejeitar bilhetes falsos, a solução oferece à Spa-Grand Prix maior segurança e eficiência.

Todos os bilhetes para o Grande Prémio de F1 da Bélgica têm um chip de RFID incorporado. Os funcionários responsáveis pela admissão, equipados com leitores de RFID e espalhados por todo o circuito, recebem os dados armazenados nos chips dos bilhetes, o que os ajuda a gerir o acesso às diferentes zonas. Uma vez que o chip nos bilhetes pode ser lido nos postos de verificação muito mais rapidamente do que um código de barras, as filas de espera são reduzidas. Ao armazenar as informações dos pontos de entrada e de saída no próprio chip RFID, a falsificação e a troca indevida de bilhetes - uma verdadeira ameaça em muitos eventos de tais dimensões - podem ser praticamente eliminadas, graças à utilização desta tecnologia.

"Serão utilizados ao todo 80 leitores de RFID para controlar o acesso a 20 zonas", explica David Dalla Vecchia, CEO da empresa sedeada em Liège, RFIDea, que faz parte do Grupo ZETES da EMEA desde Maio de 2011. "O nosso software e as nossas infra-estruturas oferecem uma incontestável mais-valia a um evento desta magnitude económica e logística. Através de um servidor central, a Spa-Grand Prix pode controlar continuamente o tráfego de acesso às diferentes zonas do circuito, bem como no seu interior. Para além das vantagens adicionais em termos de segurança e eficiência, a organização pode analisar a afluência de público e gerar relatórios a qualquer momento."

"A implementação da tecnologia de RFID no Grande Prémio de Francorchamps ilustra a versatilidade desta mesma tecnologia", afirma Hervé Toussaint, director-geral da ZETES Bélgica. "É ideal para ambientes estritamente controlados e protegidos. A RFID torna possível guardar dados no próprio bilhete, o que é uma grande vantagem nestas circunstâncias específicas."

No início do ano, a ZETES adquiriu a empresa RFIDea, sedeada em Liège, conhecida pelas suas soluções altamente especializadas baseadas na tecnologia de identificação por radiofrequência. Acrescentando estes conhecimentos e experiência ao seu portfolio, a ZETES expande a sua oferta de soluções de RFID e reafirma a sua posição no mercado europeu para a identificação automática de bens e pessoas.

Telefone
Clique aqui para ver telefone
Página web
Visite o site da empresa
E-mail
Enviar E-mail
Morada Edifício Empresarial
Alameda António Sérgio, 7, R/C, Sala F
2795-023  Linda-a-Velha
Lisboa - PORTUGAL
(Clique aqui para ver o mapa)