O DIRETÓRIO INDUSTRIAL
Contacte diretamente com as empresas

A Norbert Dentressangle apresenta os seus resultados de 2011

  • 05/03/2012, Lisboa

  • Atividade muito bem encaminhada e fortalecimento em todos os setores de mercado. O volume de vendas consolidado em 2011 regista um aumento de 26%, que ascende aos 3.576 milhões de euros (aumento de 5,6% à taxa de câmbio e perímetro constantes).

 
  • O volume de vendas consolidado em 2011 regista um aumento de 26%, que ascende aos 3.576 milhões de euros (aumento de 5,6% à taxa de câmbio e perímetro constantes). Sólido crescimento orgânico em Transporte e Logística.
  • Rápida expansão da divisão de Freight Forwarding, ao perfazer 86 milhões de euros.
  • Fortalecimento da posição de mercado do Grupo e maior internacionalização na sequência da integração da TDG e da aquisição da APC Beijing International.
  • Resultados antes de impostos novamente em alta. Aumento de 22,6%, ascendendo aos 130,4 milhões de euros, com um aumento substancial da margem de exploração, 4,2%, no perímetro histórico.
  • O lucro líquido aumenta 11 por cento, o que equivale a 63,3 milhões de euros.
  • Posição financeira saudável e sólida, com rácios do balanço devidamente cobertos.

Enquanto comentava os resultados de 2011, François Bertreau, Presidente do Diretório, declarou "Em 2011, A Norbert Dentressangle deu um passo decisivo no seu desenvolvimento ao manter um elevado ritmo de crescimento e ao fortalecer o seu perfil internacional com as aquisições da TDG e da APC Beijing International. Graças ao compromisso dos nossos funcionários, movidos pela excelência operacional e pelo rigor na gestão, o lucro operacional cresceu em todas as atividades de negócio. A conjuntura económica desacelerou em finais do ano 2011. Porém, o Grupo é suficientemente forte para resistir e para se adaptar - refiro-me, mais particularmente, à capacidade de reação dos gerentes e à proximidade nas relações com os nossos clientes."

Benefícios: maior internacionalização e sólido crescimento orgânico

Em 2011, o volume de negócios consolidado da Norbert Dentressangle ascendeu aos 3.576 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 26% relativamente ao volume registado em 2010. Não obstante, a situação económica apresentou sinais de abrandamento no final do ano. A consolidação da TDG (9 meses de faturação) e da APC Beijing International (1 mês) contribuiu fortemente para este crescimento, permitindo que a Norbert Dentressangle desenvolvesse as várias áreas de negócio, cujos rendimentos provêm, atualmente, de fora da França, em 55%. No conjunto de 2011, o crescimento orgânico foi da ordem de 5,6%.

Na área do Transporte, a Norbert Dentressangle fortaleceu a sua posição de mercado com a integração das atividades da TDG e com um forte crescimento orgânico baseado num vasto leque de serviços.

A Logística guiou-se pelo crescimento em Espanha, Itália e no Reino Unido. Este último, que foi o país-chave, constitui 41% do total da atividade de logística.

A atividade de Freight Forwarding continuou a crescer ao longo do ano, tendo alcançado vendas estimadas em 86 milhões de euros contra os 12 milhões em 2010. Agora, esta divisão está bem posicionada para dar apoio ao comércio internacional, com presença em três continentes fulcrais.

Crescimento vertiginoso dos resultados operacionais

Os resultados operacionais consolidados (EBITA) ascenderam aos 130,4 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 22,6% relativamente ao ano anterior. Numa base de consolidação histórica, os resultados operacionais registaram um aumento de 17,8%, com um incremento na margem que passou dos 3,7%, em 2010, para os 4,2%, em 2011. Inclusive, com as aquisições e a reorganização de custos associados incorporados, a margem, uma vez mais, mostrou-se muito resiliente, com cerca de 3,6% sobre as vendas.

O Transporte registou um lucro de exploração na ordem dos 47,4 milhões de euros versus 44,1 milhões de euros em 2010, isto é, um aumento de 7,5% e de 13,4% no perímetro histórico comparado com o ano de 2010. A margem operacional aumentou de 2,7% para 2,9% (aquisições não incluídas). Este crescimento reflete a viragem na atividade de "carga geral", os bons resultados na atividade de "distribuição de mercadoria paletizada", e o facto de se ter conseguido superar, em grande escala, os aumentos do preço do gasóleo. A atividade da antiga TDG viu a sua rentabilidade decrescer devido à reorganização levada a cabo em Espanha e no Reino Unido e a um desenvolvimento operacional no Reino Unido abaixo dos padrões do Grupo.

A Logística, mais uma vez, conseguiu aumentar o seu lucro operacional com 80,4 milhões de euros contra 63 milhões de euros no período homólogo de 2010, o que corresponde a um crescimento de 27,6% ou de cerca de 20,3% à taxa de câmbio e perímetro constante, comparado com o ano anterior. A margem operacional desta área de negócio manteve-se em alta com cerca de 5,1%, tendo-se nomeadamente elevado a 5,9% em perímetro constante. O Reino Unido, a França e a Holanda tiveram, particularmente, ótimos resultados. As atividades da ex-TDG contribuíram de forma notável para este sucesso, principalmente no Reino Unido.

A atividade de Freight Forwarding alcançou o ponto de equilíbrio em 2011, isto é, passados apenas dois anos depois de ter sido lançada no mercado. A TDG e a APC Beijing International contribuíram positivamente para a respetiva rentabilidade.

O lucro operacional líquido foi de 63,3 milhões de euros, o que equivale a um aumento de 11 por cento, que resulta do bom funcionamento do grupo, apoiado por uma eficiente gestão durante todo o ano.

Uma estrutura financeira saudável e sólida

O endividamento mantém-se na ordem dos 624 milhões de euros. O rácio da dívida (114%) e da dívida líquida/EBIDTA (2.47x) continua a estar abaixo dos níveis acordados com os bancos. Esta robusta estrutura financeira proporciona ao Grupo a flexibilidade necessária para continuar a reforçar as posições no mercado e a cumprir com a sua estratégia de crescimento rentável.

Dividendos

Atendendo aos progressos alcançados em 2011, será discutido e recomendado o pagamento de um dividendo de 1,25 EUR/acção na próxima Reunião de Assembleia-Geral, agendada para o dia 24 de maio de 2012.

Opinião

Desde finais de 2011, sob um panorama económico marcado pela incerteza, em particular na Europa, a Norbert Dentressangle tem vindo a notar sinais de uma economia debilitada, tendo nomeadamente constatado uma maior volatilidade na procura dos clientes. O Grupo está bem posicionado para fazer frente a esta instabilidade económica: uma ampla cobertura geográfica, uma extensa gama de serviços e uma carteira diversificada de clientes. A Norbert Dentressangle também pode confiar na robustez da sua gestão e na sua flexibilidade operacional. Além do mais, em 2012, irá beneficiar das sinergias de custos resultantes da integração da TDG.