O DIRETÓRIO INDUSTRIAL
Contacte diretamente com as empresas

SAP cresce a um ritmo de dois dígitos no primeiro Trimestre de 2008

SAP cresce a um ritmo de dois dígitos no primeiro Trimestre de 2008
  • 30/04/2008, Lisboa

  • Receitas de software e de serviços relacionados com software apresentam forte crescimento em todas as regiões, com taxas de câmbio fixas.
  • Empresa: SAP Portugal

 
Receitas de software e de serviços relacionados com software apresentam forte crescimento em todas as regiões, com taxas de câmbio fixas

A SAP AG (NYSE: SAP), fornecedor líder mundial de soluções de software empresarial, anunciou os resultados financeiros preliminares para o primeiro trimestre de 2008, que terminou no passado dia 31 de Março. A Business Objects está incluída, desde 21 de Janeiro de 2008, nestes resultados.

Destaques do Primeiro Trimestre de 2008

Receitas
  • As receitas de software e de serviços relacionados com software U.S. GAAP para o primeiro trimestre de 2008 foram de €1.74 mil milhões (2007: €1.52 mil milhões), o que representa um crescimento de 15% em comparação com o mesmo período em 2007. As receitas de software e de serviços relacionados com software Non-GAAP, que excluem €47 milhões referentes à aquisição da Business Objects, para o primeiro trimestre de 2008 foram de €1.78 mil milhões (2007: €1.52 mil milhões). Isto representa um crescimento de 18% (24% a uma taxa de câmbio constante) em comparação com o primeiro trimestre de 2007.
  • Excluindo a contribuição da Business Objects, o negócio da SAP contribuiu com 12 pontos percentuais a uma taxa de câmbio constante para o crescimento das receitas de software e de serviços relacionados com software Non-GAAP. Isto representa o 17º trimestre consecutivo de crescimento a dois dígitos nas receitas de software e de serviços relacionados com software a uma taxa de câmbio fixa.
  • As receitas totais U.S. GAAP no primeiro trimestre de 2008 foram de €2.46 mil milhões (2007: €2.16 mil milhões), o que representa um aumento de 14% de ano para ano. As receitas totais Non-GAAP, que excluem €47 milhões referentes à aquisição da Business Objects para o primeiro trimestre de 2008, foram de €2.51 mil milhões (2007: €2.16 mil milhões), o que representa um aumento de 16% (22% a uma taxa de câmbio constante) comparativamente com o mesmo período do ano passado.
  • As receitas de software U.S. GAAP para o primeiro trimestre de 2008 foram de €622 milhões (2007: €562 milhões), o que representa um crescimento de 11% (18% a uma taxa de câmbio constante) em comparação com o mesmo período em 2007.

Lucros
  • Os resultados operacionais U.S. GAAP foram de €359 milhões (2007: €436 milhões), o que representa uma diminuição de 18% quando comparado com o ano passado. Os resultados operacionais Non-GAAP, que excluem aproximadamente €130 milhões referentes à aquisição da Business Objects e custos relacionados com a aquisição, foram de €489 milhões (2007: €447 milhões), o que representa um crescimento de 9% (20% a uma taxa de câmbio constante) quando comparado com o mesmo período em 2007.
  • A margem operacional U.S. GAAP para o primeiro trimestre de 2008 foi de 14.6% (2007: 20.2%). A margem operacional Non-GAAP foi de 19.5% (2007: 20.7%), ou 20.2% a uma taxa de câmbio constante. Ambas as margens operacionais U.S. GAAP e Non-GAAP foram afectadas por investimentos acelerados de aproximadamente €40 milhões (2007: €23 milhões) no desenvolvimento do negócio em torno da nova solução SAP Business ByDesign, que endereça novos segmentos de mercado de média dimensão, como foi anunciado pela empresa no início do ano de 2007. A margem operacional U.S. GAAP foi também afectada por um aumento significativo nos custos resultantes da aquisição da Business Objects.
  • Os resultados líquidos U.S. GAAP do primeiro trimestre de 2008 foram de €247 milhões (2007: €312 milhões), o que significa uma diminuição de 21%, em comparação com 2007. Os resultados líquidos Non-GAAP de operações contínuas, que excluem aproximadamente €98 milhões referentes à aquisição da Business Objects e custos relacionados com a aquisição, foi de €345 milhões (2007: €319 milhões), o que representa um crescimento de 8% quando comparado com o mesmo período do ano passado.
  • Os ganhos por acção de resultados líquidos U.S. GAAP de operações continuadas para o primeiro trimestre de 2008 foram €0.21 (2007: €0.26), o que representa uma diminuição de 19% comparado com o mesmo período em 2007. Os ganhos por acção de resultados líquidos Non-GAAP foram €0.29 (2007: €0.26), o que representa um crescimento de 12% quando comparado com o mesmo período em 2007.


Quota de Mercado de Aplicações de Negócio

A SAP continua a ganhar quota de mercado, pelo nono trimestre consecutivo. Baseada nas receitas U.S. GAAP do primeiro trimestre de 2008 em software e serviços relacionados com software, numa base de quatro trimestres consecutivos, a quota de mercado mundial da SAP, entre fabricantes de Aplicações Empresariais core e como definido pela empresa com base em estudos de analistas do sector, representa aproximadamente €37.4 mil milhões e foi de 32.6% no período de quatro trimestres consecutivos que terminou em 31 de Março de 2008, comparativamente a 31.9% no final de quatro trimestres consecutivos concluídos em 31 de Dezembro de 2007 e a 28.2% no final de quatro trimestres consecutivos terminados em 31 de Março de 2007. Estes indicadores representam um ganho de quota, de ano para ano, de 7.6 pontos percentuais, sendo que cerca de 4 pontos percentuais provêm de um crescimento orgânico. Destaque-se que todos os números referentes a quotas de mercado anteriores foram ajustados de forma a reflectir a aquisição da Business Objects.

“Estamos satisfeitos por anunciar o nosso 17º trimestre consecutivo de crescimento de dois dígitos nas receitas de software e de serviços relacionados com software, mesmo sem contar com o contributo da aquisição da Business Objects no trimestre, e também o nono trimestre consecutivo com ganhos em quota de mercado entre fabricantes de aplicações empresariais core, afirma Henning Kagermann, co-CEO da SAP. “Este forte desempenho demonstra o sucesso continuado do nosso negócio em todas as regiões do mundo, o que transforma a SAP numa verdadeira empresa global de software.”

Kargermann acrescenta, ainda, “A nossa estratégia de crescimento, que comporta três vertentes – o negócio já estabelecido, o segmento de médias empresas e as soluções para utilizadores profissionais de negócio – está a funcionar muito bem. Para a consolidação do negócio já estabelecido, a adopção do SAP ERP 6.0 está a exceder as nossas expectativas, disponibilizando oportunidades contínuas para o crescimento da plataforma de processos de negócio. Também apresentamos um crescimento no mercado das pequenas e médias empresas, com mais de 1.570 novos clientes neste segmento, no primeiro trimestre de 2008. As soluções para utilizadores de negócio continuam em crescimento acelerado. Consolidámos a nossa posição e alargámos as nossas oportunidades num mercado de soluções de negócio em constante evolução com a aquisição bem sucedida da Business Objects.”

Cash Flow
  • O cash flow operacional para o primeiro trimestre de 2008 foi de €1.07 mil milhões (2007: €852 milhões). O free cash flow para o primeiro trimestre de 2008 foi de €1.0 mil milhões (2007: €773 milhões), o que representa 41% das receitas totais (2007: 36%). A 31 de Março de 2008, a SAP tinha €2.4 mil milhões de activos líquidos, de investimentos de curto prazo e de cash e restricted cash (31 de Dezembro de 2007: €2.8 mil milhões).

Retoma de Acções
  • No primeiro trimestre de 2008, a SAP retomou 8.0 milhões de acções a um preço médio de €32.19 (valor total: €258 milhões). A 31 de Março de 2008, a empresa detinha uma carteira de acções de 54.3 milhões (aproximadamente 4.4% do total das acções excedentes) a um preço médio de €35.50. Para 2008, a empresa espera que o seu investimento seja de aproximadamente €250 milhões na recompra de acções.


Sobre a SAP
A SAP é o fornecedor líder mundial de software empresarial. Actualmente, mais de 46.100 clientes em mais de 120 países usam as aplicações SAP® - desde soluções distintas que respondem às necessidades das pequenas e médias empresas até à oferta de suites para organizações globais. Baseadas na plataforma SAP NetWeaver®, que facilita a inovação do negócio e permite ágeis mudanças empresariais, o software de negócio da SAP ajuda as empresas de todas as dimensões, em todo o mundo, a melhorar as relações com os clientes e a facilitar a colaboração com parceiros, criando eficiências nas cadeias de fornecimento e nas suas operações de negócio. As soluções sectoriais da SAP apoiam os processos de negócio específicos de mais de 25 sectores de actividade, incluindo retalho, saúde, sector público e serviços financeiros. Com presença directa em mais de 50 países, a empresa está cotada em várias bolsas, incluindo a de Frankfurt e a de NYSE, sob o símbolo “SAP.”